Voltar

Notícias

ARIS divulga quadro preocupante do desabastecimento de água e da destinação final do esgotamento sanitário em Itapema

Qua, 08 Janeiro de 2014

Diante do quadro preocupante do desabastecimento de água e da destinação final do esgotamento sanitário, ocorrido no município de Itapema, a ARIS em articulação com a Administração Municipal, através do Prefeito Rodrigo Costa e Secretários, realizou mais uma ação fiscalizatória nas instalações da prestadora dos serviços, apurando as causas das deficiências:

Abastecimento de água: Houve um rompimento da calha, junto a entrada da ETA Morretes e por onde toda a água captada tem a passagem obrigatória,  ocasionando a paralização da unidade de tratamento, não sendo possível abastecer a região de Meia Praia e Morretes. Além desse fato, ocorreu o rompimento de uma adutora de água tratada junto à saída da ETA Morretes, por estar trabalhando em carga plena.

A ARIS notificou a concessionária Águas de Itapema, para que a mesma resolva os problemas. Verificou-se que há deficiência na prestação de serviços, quanto à reservação de água tratada, setorização, macromedição e controle eficaz de perdas entre outras causas. A ARIS iniciou o acompanhamento do cumprimento das metas de investimentos, definidas no contrato de concessão e seus aditivos.

- Esgotamento Sanitário: a ARIS realizou vistoria “in loco”, do lançamento de efluentes onde constatou a falta de controle de vários parâmetros definidos no plano de qualidade da ETE e já notificou a concessionária.

Afim de definir r-gras claras, há necessidade de intensificar articulações entre ARIS,  vigilância sanitária municipal, fundação de meio ambiente, prestador dos serviços, Secretaria do Desenvolvimento Sustentável, Comitê de Bacia do Rio Tijucas e demais órgãos ambientais, para   regularizar e implementar obras de saneamento no entorno do Rio Perequê.

Até o momento, a ARIS realizou 04 notificações à Águas de Itapema, sendo que a mesma deve cumprir as determinações elencadas nestes documentos, caso contrário  serão aplicadas medidas punitivas previstas nos instrumentos normativos.