×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste
Ouvidoria

207
Municípios Consorciados

Notícias

REUNIÃO DO CONSELHO DA ACIJ

Data de publicação: 4 de junho de 2021


EM REUNIÃO DO CONSELHO DA ACIJ, NO ÚLTIMO DIA 31, A COMPANHIA ÁGUAS DE JOINVILLE – CAJ, APRESENTOU OS ESTUDOS REALIZADOS PARA A IMPLANTAÇÃO DO NOVO MODELO DE COBRANÇA DA TARIFA DE ÁGUA.

 

A Associação Comercial e Industrial de Joinville – ACIJ, uma das maiores e mais dedicada entidade de apoio empresarial e consequentemente ao desenvolvimento de Joinville, em reunião do Conselho realizada dia 31 de maio, recebeu a diretoria da Companhia Águas de Joinville – CAJ, com a participação da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento – ARIS, por intermédio do Diretor-Geral, Adir Faccio, do Diretor de Regulação, Antoninho Baldissera e do Analista, Ricardo Pitta.

O presidente da ACIJ, Marco Antônio Corsini, concedeu o tempo necessário à diretoria da CAJ para apresentar o novo modelo tarifário, pois se trata de assunto de interesse de toda a comunidade joinvillense.

O Engenheiro Geancarlo Schneider, presidente da CAJ, realizou a apresentação do Plano Estratégico da Companhia, em especial os investimentos necessários e as etapas que serão implantadas para a universalização dos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento do esgotamento sanitário, conforme determina o novo marco legal do saneamento.

O novo modelo tarifário chamado de Tarifa Básica Operacional – TBO, foi apresentado pelo presidente Geancarlo e pela Gerente Emily Fritzen, enfatizando que o modelo é uma tendência nacional, já implantado em muitas cidades catarinenses e em algumas, inclusive, por exigência judicial.

A participação da diretoria e membros da ACIJ e outras entidades que também prestigiaram da reunião solicitando várias informações e esclarecimentos, demonstrou o interesse e a preocupação do empresariado joinvillense para que a maior cidade catarinense também atinja as metas de cobertura dos serviços de água e esgotamento exigidos pelo novo marco legal do saneamento.

O novo modelo que será implantado terá a cobrança de uma tarifa fixa de disponibilidade dos serviços e a cobrança variável exclusivamente da quantidade de água consumida, incentivando o consumo consciente e fazendo justiça com aqueles que pagam mas não consomem 10m³ por mês.

A ARIS, como agência reguladora do município, parabeniza a ACIJ pela oportunidade dada ao poder concedente e à prestadora dos serviços, em apresentar seus planos e esforços para atender as demandas atuais e futuras, visando melhorar a qualidade de vida de todos.